21 de fevereiro de 2011

Casamento civil: O dia D

Depois do sufoco que voces acompanharam no post anterior, chegamos até a mairie pra entregar os documentos.
Deu tudo certo com os docs, confirmamos entao a data pro dia 30 de janeiro (2010).

Nao iamos fazer festa, ja que teriamos o religioso no Brasil em abril, com tudo q é direito. Mas o meu sogro fez questao que fizessemos ao menos um almoço. Ok, concordamos.
Tentamos agendar com um restaurante brasileiro, com musica ao vivo e tudo.  Mas depois de uns dias, este nos diz q nao poderá atender  num sabado pra almoço. Só à noite... pfff. Decepção... ia ser tão legal, os franceses estavam animados  =/

Entao continuamos na busca.  Convidamos alguns amigos, mas eu realmente achei q poucos viriam.

Depois de muita pesquisa encontramos enfim um bom restaurante, francês mesmo, muito charmozinho, em Tours.
 

Eu nao tinha nem roupa pro casamento. Nao ia colocar vestido... estava um frio horrivel  rsrs... menos de 0 C... nao ia aguentar ficar de vestido. Entao resolvi ir com oq eu ja tinha mesmo.  Um casaquinho bege uma calça preta social, e uma camisa branca. Pronto, ta bom demais :P

Muitas pessoas nos ajudaram, eu nem esperava tanta gentileza.
Uma amiga da minha sogra, que nem nos conhecia,  me ofereceu um bouquet e ainda se ofereceu pra fotografar o casamento (ela é fotografa jornalista). Muito gentil da parte dela.
Um amigo do meu noivo, que gosta de fotografar e tem uma boa camera, tb se ofereceu. Já íamos ter dois fotógrafos ;)
Este amigo também pegou um carro bonito da Audi emprestado do trabalho e foi o nosso motorista. no dia.. hehe



Meu bouquet

Chegando debaixo de neve.

Vários amigos que moram em outras cidades confirmaram presença.  Foram mais ou menos 60 confirmações, e pra minha surpresa praticamente TODOS compareceram  rsrs. Alguns nao podiam ficar pro almoço, mas foram ao casamento.

Chega o dia,  eu estava nervosa  rsrs...  11hs da manha estava marcado. Eu nem consegui dormir direito  rs. Meu noivo acordou todo palhaço, fazendo gracinha e até jogando agua em mim enquanto eu me maquiava  :P  ninguém merece  rs
Nao fui em salao de beleza, eu mesma estava me preparando e ele ainda me atrapalhando :P
Estava chovendo e muito frio.  Chega o nosso motorista  hehe...  e quando estávamos saindo, começou a nevar!!! E forte!
Chegamos la, eu nem queria sair do carro :P  

Todos presentes, começa a "cerimônia".
Na França, é o prefeito quem faz o casamento. Aqui é chamado de maire. E ele falou que era a primeira vez que ele fazia um casamento com neve....rs.  Já começou original :P
E ele ainda falou q fica feliz em fazer uma união de pessoas de culturas diferentes, que isso enriquecia o paìs.  Anh??? Eu nem tava acreditando q ouvi um frances (q tem fama de nao gostar de estrangeiros) dizer isso  kkkkk  mas depois descobri que ele era descendentes de espanhóis,  entao está explicado  rs :P

Casamento concluído, partimos em direçao ao restaurante.  Os convidados nos seguia de carro, buzinando o caminho todo rsrs
Chegamos ao restaurante, todo reservado pra nós. Boa comida e champagne (aqui na França é pecado nao ter champagne em casamento) :P  rs

Ganhamos muitos presentes de amigos. Foram realmente muito generosos.
O casamento civil, que pensei q seria só ir la e assinar, foi muito além do q eu esperava. Um grande encontro com família e amigos (infelizmente ninguém da minha família pôde estar presente =/ ) e no final da tarde, depois de chuva e neve,  ainda fez um lindo sol  ;)  é sério  rs.

Na França o casamento dura o dia todo. Depois do almoço no restaurante, fomos pra casa dos meus sogros, onde ainda ia ter um aperitivo :P
Chega a noite, alguns foram embora, mas os amigos de longe ainda queriam ir pro centro da cidade jantar  kkkk  e la fomos nós.
Ou seja, nosso casamento começou 11 hs da manhã e acabou 2hs da madrugada, qndo eu fui dormir...rs



Os convidados.  Acho q tinha umas 60 pessoas.


15 comentários:

Regina disse...

Oi Lu; estou gostando muito de seguir sua historia! mas não concordo quando alguém diz que os franceses não gostam de estrangeiros; acho-os muito tolerantes até; o que eu acho é que eles mantém uma certa distancia e sao muito familia; amigos são pessoas que eles conhecem ha muitos e muitos anos, nao fazem amizade facilmente, mas penso que faz parte da cultura deles e nao por nao gostarem de estrangeiros. Bjs

Lu disse...

Oi Regina,

pois é, eu tb nao concordo muito... pelo menos eu nunca me senti maltratada rs...
mas nao podemos negar q existe a tal fama, né? Principalmente os parisienses, de nao receber bem os turista, ou daquela velha historia deles achar q estrangeiro vem pegar emprego de frances. :P rs
Mas é como as outras famas, de resmungoes, de mal-humorados, ou de q nao tomam banho rs

Fernanda disse...

Ola'!
Achei o seu blog através do seu comentario no 13 anos depois, estou achando muito legal a sua historia, vou continuar acompanhando.
:-)
à+

Lu disse...

Oi Fernanda.

Obrigada por sua companhia aki ;)

espero q possamos trocar ideias tb.

Bjoks

Suellen disse...

Lú e suas histórias! kkkkkkk....a do casamento religioso foi a mais emocionante de todas...tõ acompanhando tb =)

bjim :)

Tatiane disse...

E as emoções continuam.....

Luciene adorei o relato detalhado eu não sabia de alguns detalhes.

Lu disse...

Su, em breve vou contar essa historia rs.

janete66 disse...

Oi Lu!! To aqui também viu rsrs, e adorando conhecer mais sobre vc, essa menina meiga , romantica e uma linda mulher por dentro e por fora!! bjs

Lu disse...

Obrigada querida.

Se eu for a metade disso, ja serei feliz :)

Mulher de Fases disse...

Pelo relato parece que você teve um dia maravilhoso, mesmo com o frio. Me surpreendi com a generosidade e gentileza dos amigos, eles parecem gostar muito mesmo de vocês já que se ofereceram pra ajudar.

Feliz por você Lu!!! Muitas felicidades!

Lu disse...

POis é Deby, meu marido tem uma familia otima, e amigos legais ;)

Obrigada Deby

felicidades pra vc tb ;)

Geice disse...

Luuuuu
Eu não sabia da saga do post anterior, para chegar ao aeroporto! Mas o que Deus promete acontece! E graças a Ele deu tudo certo e você pode ter esse casamento maravilhoso!
Continua contando suas histórias, estarei sempre aqui.
Bjinhos
Geice

Lu disse...

Obrigada Geicinha :)

Vou continuar contando como Deus abençoa qndo pensamos q ta dando tudo errado.

Bjoks

Mari Freitas disse...

Luuu, qtas emoções!
Felicidades e o importante é no final tudo acabe bem!
Bjinhus

Rosely disse...

Lu 60 pessoas num casório no civil é super privilégio! Demonstra o quanto vcs são queridos. Parabéns!