18 de fevereiro de 2011

Casamento Civil: A missão.

Quem já casou sabe a burocracia q é pra fazer o civil.  Agora imagina quando é um casamento entre duas pessoas de países diferentes... ainda mais com a França, a campeã em burocracia  hehe.

Comecei fazendo pesquisas, com pessoas que casaram com franceses.  Isso me ajudou muito, pois eu não sabia o q me esperava.
Apos decidirmos de fazer o casamento civil na França, já q o então meu noivo não poderia ficar mais q duas semanas no Brasil (devido ao trabalho)  e eu sim poderia ficar até 2 meses na França, começamos a caça aos documentos necessários.
Muitos e muitos papeis e traduções depois (e uma bela grana gasta) conseguimos tudo.

Eu tinha que chegar na França antes do dia 19 de dezembro, q era o dia marcado para entrega dos documentos na mairie (equivalente ao nosso cartório e prefeitura no Brasil) pra poder casar dia 30 de janeiro (tinha q ter esse tempo de espera), não podia passar desse dia 19, pois depois eles entrariam em recesso de festas, e ai só em janeiro q eles voltariam e o casamento teria q ser pra final de fevereiro, e eu não podia ficar até la na França devido a compromissos no Brasil.

Então marco as passagens para viajar dia 17 de dezembro à noite, e chegando no dia 18 à tarde na França.  Só que eu tinha uma prova importante na faculdade nesse dia (eu estudava a noite). Fiquei pensando muito oq fazer, q não ia dar tempo de sair da faculdade e chegar ao aeroporto à tempo do check in..; pensei em desistir da matéria, pois nem havia estudado direito. Mas no ultimo instante, resolvi estudar e arriscar de fazer a prova.  Fui e o professor corrigiu na hora. Tirei nota melhor do que eu esperava e consegui passar na matéria tranquila. Ufa!
Sai correndo da faculdade, peguei algo pra comer (meu estomago doía muito de tanta fome e nervoso) e corremos pro aeroporto.

Era à anoite, o caminho era longo, e o transito não ajudava.... no nervosismo, meu pai ainda erra o caminho!!! (anos e anos sabendo ir ao aeroporto, ele resolve errar duas vezes nesse dia tao importante  rsrs)  Aiaiai  meu coração disparado, porque tava acabando a hora do check in!! Não queria nem pensar em perder o avião, ou não iria ter mais casamento naquele ano, acho.
Depois de acertar o caminho, meu pai erra denovo a entrada do aeroporto!!! Olha a tensão!  Fomos parar num estacionamento enorme e não sabíamos pra onde ir!!! Até q aparece um rapaz, que eu acho q foi um anjo q Deus mandou pra ajudar, e nos disse que estávamos muito longe da entrada, pediu para que o seguíssemos e levou-nos até o local certo.

Saí correndo com as malas em direção ao check in...  e oq encontro??  Tudo fechadooooo!!!  "Caraca eu perdi o voo!!! Não, não posso aceitar isso!  Tanto tempo juntando documento (q tem prazo de validade), tudo organizado pra agora eu perder o avião??", gritava eu em meus pensamentos. 
Foi aí q vi uma moça (um anjo tb) funcionaria da TAM passando, e pedi ajuda. Ela disse q já tinha acabado o check in, mas q ia ver se alguém poderia me ajudar. Entrou em uma sala e saiu de la com um rapaz. 
Este me fala: - Vc sabe que está atrasada e q o check in fechou, né? Mas vc tem muita sorte, pq o avião atrasou em São Paulo e ainda não chegou no Rio, e só por isso eu vou te atender!
Aaaaaaah  Deus é bom demais minha gente! Vcs nao sabem como eu tremia na hora  kkkk.  Minha mae e meu pai tb nervosos, mas meio travados  rsrs.  Eu tava tao aliviada!! Fiz meu check in e entrei correndo na sala de embarque.  Qndo sentei ja na sala de espera, nossa... senti como tirasse um peso enorme das costas. Agradeci muito à Deus.

Bom, cheguei na França atrasada, claro,  meu sogro me esperava (meu noivo não podia sair do trabalho) e adivinha? Cheguei junto com a neve e era muuuuuita, Paris estava branquinha... ficamos horas e horas engarrafados (pois havia tb uma greve dos trens), muita neve mesmo no caminho. E no dia seguinte os aeroportos estavam fechados!!!  Ou seja,  eu cheguei no limite, pois no dia seguinte não sei como seria se tudo estava parado!!!  Deus olhou ou não olhou pra mim??  rsrs

Aeroporto Charles de Gaulle , Paris     

O que seria 3hs de viagem de carro até a casa dos meus sogros, virou 10hs, coitadinho do meu sogrinho, dirigindo isso tudo por minha causa.
Mas enfim chegamos sãos e salvos! 

Próximo post falo um pouquinho de como foi o casamento civil e mais pra frente o Religioso no Brasil (esse sim ficou pra historia  rsrs).

3 comentários:

Mulher de Fases disse...

Menina que saga essa tua hein!!! Vi ali Deus abrindo as portas mesmo no aeroporto. Tinha tudo pra dar errado, mas deu certo. Parecia a descricão de um filme de comédia romantica.
O casamento civil na Franca sem dúvidas é bem mais burocrático que na Suécia. Aqui quando vc casa na Igreja, automaticamente casa no civil. Fácil não?? Ainda bem!

Lu disse...

Deus realmente me deu ma maozona rs

Tentei resumir a historia, mas foi tanto "faltando documento" q a gente recebia como resposta, q a papelada tava cansando rs
mas no final deu tudo certo.

Bjoks

Juliana disse...

eu estou na mesma situaçao , muitos documentos , muitas idas e vindas na mairie , estresse para nos , mas a minha sorte que agora é primavera!